Blog Centric System

16
Jun

Como a segurança contribui para a disponibilidade do Datacenter

Categoria: Segurança
Data Center

Cada vez mais as empresas dependem de seus Datacenters, uma vez que eles controlam quase tudo nas áreas operacionais e por eles transitam os dados que ditam toda a dinâmica dos negócios. Sendo assim, ambientes de Datacenter só tendem a se tornarem mais complexos e passam a exigir soluções confiáveis e integradas, capazes de atuar em conjunto para prevenir falhas de qualquer cunho e garantir a continuidade dos negócios.

Um ambiente de Datacenter requer cuidados constantes e políticas de segurança bem definidas e implantadas, prezando sempre por ações preventivas à corretivas. O custo de se investir em segurança e disponibilidade é certamente menor do que o prejuízo decorrente de uma falha grave, isto porque uma falha pode paralisar os serviços ou até mesmo custar a sobrevivência da empresa, seja por ameaças físicas ou problemas relacionados à infraestrutura.

Veja os 3 estágios críticos aos quais um Datacenter está submetido e quais os impactos de cada um deles para a empresa:

Menos crítico

A sofisticação das táticas utilizadas por cyber criminosos e suas tentativas constantes de vulnerabilizar redes e roubar informações, têm grande impacto na maioria das organizações que ainda não possuem os recursos necessários para monitorar suas redes e detectar ameaças para estabelecer proteção de maneira efetiva.

Como dissemos no post anterior, é importante ficar atento, principalmente em épocas de grandes eventos como a Copa do Mundo que está logo aí, pois é quando são registrados os maiores índices de ataques virtuais como spam, vírus, phishing e afins.

Paralelo a isso, estão as ameaças internas como o não monitoramento do tráfego de rede que pode ser controlado com a utilização de softwares específicos encontrados no mercado. Uma rede mal monitorada impacta diretamente na indisponibilidade dos recursos críticos e isto gera gargalos devido à lentidão das operações e resulta em baixos índices de produtividade.

Crítico

A partir do momento em que há necessidades de intervenções da TI para diagnosticar situações da rede e a tomada de ações corretivas para resolver problemas que já afetaram as operações da empresa, podemos considerar a situação como crítica.

Interrupções nos negócios nunca são um bom sinal e reforçamos: é essencial realizar manutenções preventivas periodicamente e utilizar recursos capazes de prever o comportamento da rede para que as ameaças sejam bloqueadas antes de impactarem nos serviços.

Na prática, é um grande desafio estruturar um ambiente de missão crítica, que tem a finalidade de suportar as operações de negócio em tempo integral, com disponibilidade acima de 99,99% e com recursos que permitam escalabilidade. É recomendável possuir um “site B”, ou seja, um segundo ambiente de Datacenter fora da empresa, como a nuvem, para replicar em tempo real todas as suas informações corporativas. Isto impede que ameaças como desastres naturais, incêndios, roubos, falhas, entre outros, causem indisponibilidade do ambiente e sobrecarreguem a TI.

Muito crítico

Tendo em vista que o ativo mais importante para uma empresa é o seu acervo de dados, podemos considerar uma situação “muito crítica” a perda de dados ou vazamento de informações por vulnerabilidades da rede. Recursos de informação como dados, servidores, aplicações, equipamentos de telecom e afins, devem estar disponíveis à demanda do negócio, por isso, é muito importante mapear os principais ativos e controlar as necessidades de atualização de toda esta infraestrutura, a fim de minimizar paradas no ambiente.

As informações devem estar disponíveis apenas para pessoas que tem direito de acessá-las, para minimizar ataques à rede da empresa, vazamento de dados através do envio de informações não autorizadas, impressões, cópias em dispositivos móveis, acesso à informações de projetos e departamentos etc., caso contrário, a empresa será abalada como um todo, principalmente pela indisponibilidade destas informações que são primordiais para operar as rotinas empresariais.

Não basta mais utilizar apenas um firewall para proteger a rede, pois os dados circulam em diversos meios, inclusive fora do perímetro da organização. Através do uso de processos e tecnologias, a segurança da informação pode garantir resultados fantásticos para as empresas em questões de disponibilidade e produtividade, e diminuir sensivelmente os riscos que ameaçam a continuidade dos negócios.

O mercado está repleto de soluções para segurança da informação, monitoramento de redes e principalmente Datacenter, portanto é necessário saber escolher. A Centric System é uma empresa de 9 anos de mercado e parceira de grandes players de TI, como a ESET, Watchguard e ManageEngine, no oferecimento de soluções abrangentes capazes de monitorar a saúde da sua rede corporativa de maneira pró-ativa e proteger as suas informações com a confidencialidade, integridade e disponibilidade que elas exigem. Entre em contato, converse com um consultor certificado e saiba mais sobre estas soluções.

Voltar ao blog